A Costa de Caparica é única, e é para todos. O “Sol da Caparica” também. De facto, o “Sol” é o festival de música e cultura da Cidade com a praia mais icónica do País — com vistas de mar incomparáveis, natureza excepcional e protegida, e pessoas acolhedoras – aqui, no coração da área metropolitana de Lisboa, perto de tudo e de todos.
No “Sol” celebra-se o mar, a praia, a música, o convívio com os amigos, os dias longos e as noites quentes.
No “Sol” somos uma grande família, com avós, pais, e filhos que no fim do dia arranca do areal e vai continuar a alegria do estar junto por um espaço cada vez melhor, mais acessível, mais confortável.
A Costa de Caparica (como dizem os Caparicanos) merece um festival como este “Sol” porque é uma Cidade com condições extraordinárias para o turismo e com grande qualidade de vida para os seus residentes, e que beneficia deste momento alto de animação no curso de um ano que pode e deve ser aproveitado em permanência.
Afinal a Costa de Caparica é, já hoje, a capital nacional dos desportos de ondas e do surf. É a grande e longa praia onde mais aficionados, amadores e aprendizes beneficiam em continuo de uma notável variedade de ondas, todos os dias do ano.
No futuro a Costa será também um novo centro de desportos de natureza e um exemplo de sustentabilidade ecológica, ambas enquadradas por uma Cidade e por um Município que vivem um renovado optimismo e uma dinâmica notável.
Mas o Sol da Caparica é mais do que tudo um grande momento de música.
Por todos estes motivos, o “Sol” deste ano volta a contar com um alinhamento artístico de grande qualidade, que conjuga novos valores com os maiores ícones da música nacional. É um festival que, uma vez mais, exprime as muitas declinações da língua portuguesa e conjuga todos os tempos e ritmos da mescla cultural que somos enquanto País, e de que Almada é uma montra perfeita.
O “Sol” da Caparica é mesmo para todos.
A Costa de Caparica é para todos, o ano inteiro.

Presidente da Câmara Municipal de Almada

Inês de Medeiros

Hoje, a 2 de maio, desvendamos uma parte do programa: Falamos de Música, de Cultura Urbana, de muitas “ondas” sonoras da Canção
ao Hip Hop, do Rock ao Fado, do Semba à Kizomba, do Pop ao Rap.
Falamos de língua portuguesa, aquela que temos Debaixo da Língua, de Poesia,
de todo um programa de espetáculos, encontros com Artistas e Escritores, Declamações, Word-Battles e Exposições!
Falamos de Crianças e do seu dia no Sol, no Festival que também a elas pertence.
Falamos de Artes Plásticas e de Cinema de Animação.

Mais tarde voltaremos a estes temas, revelando o que falta e acrescentando ainda tudo sobre: o Palco Dança; o Grafiti – que sempre ocupou um lugar de enorme destaque no Festival –, o Skate e a Programação do novo Anfiteatro.
Daremos ainda a conhecer mais de 50 Stands com o melhor que se faz nas ondas, na cultura da Costa da Caparica e do concelho de Almada.
Falaremos do espaço fantástico e único em que decorre o Festival – o Parque Urbano da Costa da Caparica – cada vez mais bonito e bem tratado.

Sabemos que parece muito, mas o Sol da Caparica é isto mesmo, um Festival de Festivais em que o melhor da nossa cultura é exposto, participado e partilhado de uma forma única com o publico a quem tudo isto se dirige.
Só possível porque os Artistas de todas as áreas, desde o inicio o adotaram como seu, honrando-nos a todos com espetáculos especiais, encontros únicos e em estreia.
Só possível porque são muitos os patrocinadores e apoiantes, parceiros media e parceiros locais, que fazem deste Festival o maior de Língua Portuguesa, reconhecido internacionalmente como o Maior Festival de Língua Portuguesa e Hispânico como o Maior Festival Nacional e como o Festival com a melhor Ativação de Marca Nacional.
Só possível porque juntamos uma equipe única de bons e melhores profissionais que disponibilizam o seu saber e criatividade para que o Festival seja o que é: um evento incontornável na grande Lisboa e em Portugal!
Só possível porque a Câmara Municipal de Almada o promove, garantindo um Festival de serviço público, com preços acessíveis ao grande publico, que de outra forma não teria hipótese de fruir do melhor que se apresenta.

Para a Câmara Municipal de Almada, o nosso reconhecimento pela aposta continuada na Cultura. Em nome de todos os que realizam este Festival e em nome de todos aqueles que dele usufruem, o nosso sincero agradecimento.

Vir ao Sol da Caparica é vivenciar experiências e emoções únicas!
Esperamos por todos vós!
Em Agosto a Festa é no Sol da Caparica!

Direção Artística

António Miguel Guimarães